Busca Avançada

Apoiadores


 

APOIOS


Conectas agradece a confiança e apoio de seus atuais principais financiadores:
 
  • Comissão Européia
  • Fundação Ford
  • Fundação Carlos Chagas
  • International Development Research Center - IDRC
  • Instituto Betty e Jacob Lafer
  • OAK Foundation
  • Open Society Foundations
  • The Sigrid Rausing Trust 
 

Também agradecemos o apoio, em 2012 e 2013, de:  

  • Channel Foundation
  • Democracy Coalition Project
  • Ei Viu! Design e Comunicação
  • Embaixada dos Paises Baixos
  • Instituto Azzi
  • Peixoto e Cury Advogados
  • Swedish International Development Cooperation Agency
  • The Talheimer Foundation

REDES E PARCEIROS

Conectas acredita e valoriza o trabalho colaborativo e estabelecimento de parcerias. Atualmente, é parte das seguintes redes:   

CONSELHOS
 

Conectas também participa ativamente de três conselhos da sociedade civil que monitoram violações de direitos humanos e aplicação de políticas públicas na área prisional e de migrações:
 
CASC - Comitê de Acompanhamento pela Sociedade Civil sobre ações de Migração e Refúgio
 
Trata-se de um espaço oficial ligado à Secretaria Nacional de Justiça para promover o diálogo entre a sociedade civil e o Estado sobre as questões migratórias do País. O CASC é composto por 18 entidades que atuam na área e busca orientar as políticas, programas e ações públicas para o setor. 
 
Conselho da Comunidade da Comarca de São Paulo
 
O Conselho da Comunidade é um órgão previsto pela Lei de Execução Penal que garante o controle social das políticas prisionais. Os conselhos existem em todas as comarcas onde há pessoas presas e são responsáveis por monitorar, através de visitas e relatórios, o cumprimento da pena até o reingresso dos presos ao convívio social.
 
CNPCP - Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária
 
O Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária tem sede em Brasília e é vinculado ao Ministério da Justiça. Tem como objetivos centrais a aplicação de uma nova política criminal e penitenciária a partir de avaliações e inspeções periódicas de unidades prisionais em todo o País e, ainda, a execução de planos nacionais de desenvolvimento, elaborados com base de metas e prioridades estabelecidas pelo próprio conselho.      
 
COMTRAE - Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho Escravo
 
A Comissão Municipal para a Erradicação do Trabalho Escravo, a primeira do gênero em nível municipal do país, é um órgão paritário que tem como objetivo unir diferentes segmentos da sociedade para a construção de políticas públicas visando à erradicação do trabalho escravo na cidade de São Paulo. Conectas é membro da COMTRAE desde fevereiro de 2014 e possui mandato de dois anos, podendo ser reconduzida por igual período. A Comissão está sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), por meio da Coordenação de Promoção do Trabalho Decente.