Busca Avançada

Alguns resultados atingidos

Conectas tem tido importantes realizações nos últimos anos, tais como:

• Influenciou e aumentou a visibilidade e o escrutínio público sobre a política externa em questões de direitos humanos, especialmente o histórico de votação do Brasil na ONU e a posição do país em relação a uma crise de direitos humanos em um país específico, como o Sudão, Sri Lanka, Birmânia, Irã e Coreia do Norte;
 
Ajudou a aumentar a cobertura jornalística da política externa brasileira, por meio de resumos para jornalistas, diversas entrevistas e publicação de artigos de opinião;
 
Fortaleceu o mecanismo de freios e contrapesos no processo decisório da política externa, uma vez que o Comitê de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados incorporou a questão da política
externa na sua agenda;
 
• Produziu informação técnica de alta qualidade sobre a posição brasileira em questões de direitos humanos, por meio da publicação de três edições do anuário: "Direitos Humanos: Brasil na ONU", uma fonte de informações para ONGs, jornalistas, acadêmicos e funcionários dos governos;
 
• Produziu materiais de apoio para que ONGs acessem os mecanismos regionais e da ONU, tais como o “Passo a Passo para Participação da Sociedade Civil na Revisão Periódica Universal da ONU” - um formato de fácil acesso e mais orientado para a ação;
 
• Deu apoio e capacitação técnica para que ONGs acessem sistemas regionais de direitos humanos e as Nações Unidas, participando de suas sessões. Mais de 500 defensores de direitos humanos provenientes de 25 países foram beneficiados;
 
• Fez uso de mecanismos de direitos humanos regionais e internacionais para promover melhorias no terreno, dando visibilidade a violações e aumentando o custo político da sua continuidade, como, por exemplo, nos casos do sistema prisional do Espírito Santo e no direito à saúde e acesso a medicamentos;
 
• Aumentou a presença da sociedade civil latino-americana no Conselho de Direitos Humanos da ONU, ao participar das sessões e possuir uma representação permanente em Genebra.