Busca Avançada

Programa de Justiça

Penitenciárias, delegacias e centros de detenção provisória estão entre os maiores focos de violação dos direitos humanos. Superlotação, tortura e maus tratos são problemas persistentes e conhecidos, agravados pela política deliberada de encarceramento em massa levada a cabo pelo Judiciário, Legislativo e Executivo.

O Brasil possui a 4ª maior população carcerária do mundo e, dentre os países mais populosos, a 3ª maior taxa de encarceramento. São quase 600 mil pessoas privadas de liberdade.

Com ações judiciais e administrativas (litígio estratégico), além de ações políticas (advocacy), o programa de Justiça da Conectas trabalha diariamente para alterar este quadro.

Conectas é a organização da sociedade civil que mais vezes contribuiu judicialmente no Supremo Tribunal Federal (STF) na defesa dos direitos humanos. Por meio do chamado amicus curiae, a organização ingressa em ações judiciais que tramitam na mais alta corte do País para levar sua visão crítica sobre o tema que será votado.

Outra ação estratégica é o acionamento dos mecanismos internacionais de proteção aos direitos humanos, como a CIDH (Comissão Interamericana de Direitos Humanos) e os previstos na ONU (Organização das Nações Unidas). 

Outras notícias

  • 06 de Abril de 2017

    Realidade Visceral

    Exposição da Rede Justiça Criminal usa realidade virtual para conscientizar sobre encarceramento em massa

    Acessar
  • 03 de Março de 2017

    Negligência exposta

    Na ONU, MP-SP e TJ-SP são denunciados por omissão diante de tortura; Brasil pede direito de resposta

    Acessar
  • 03 de Março de 2017

    Pará em alerta

    Entidades cobram investigação de ataques no Pará

    Acessar
  • 20 de Fevereiro de 2017

    Desafiando a inércia

    Conectas denuncia omissão de TJ-SP e MP-SP diante de relatos de tortura

    Acessar
  • 20 de Fevereiro de 2017

    Negligência estrutural

    Um terço dos juízes não questiona presos sobre violência policial no momento do flagrante

    Acessar
  • 20 de Fevereiro de 2017

    Vítimas e algozes

    Quem praticou a tortura e quem ousou denunciá-la?

    Acessar
Listagem Completa