Busca Avançada

Navegando juntos

Em sua 15ª edição, Colóquio Internacional de Direitos Humanos reúne em São Paulo ativistas de 27 países

01/09/2017 15 colóquio coloquio

Entre os dias 1 a 6 de outubro, São Paulo receberá ativistas e agentes de transformação social de 27 países durante a 15ª edição do Colóquio Internacional de Direitos Humanos. Com o tema "Direitos humanos: crise ou transição?", o objetivo do evento é promover a troca de conhecimentos e práticas de quem trabalha de perto com a temática.

Neste ano, o Colóquio bateu recorde de inscrições: mais de 400 pessoas participaram do processo seletivo e 62 foram selecionadas para participar da semana de conversas e atividades. O grupo selecionado atua em diversos temas ligados a direitos humanos, como direitos reprodutivos, proteção de dados pessoais e informações online, combate ao racismo, enfrentamento da violência institucional e outros.

Em toda a sua história, o Colóquio tem pautado temas importantes como a criminalização de protestos, financiamento de ONGs e violações de direitos humanos por empresas. Em 2017, a proposta é promover uma reflexão coletiva sobre o papel do movimento no atual contexto, que tem ameaçado direitos e liberdades.

Para guiar a conversa, o evento vai partir de quatro questões centrais: a conjuntura global e os impactos nos direitos e liberdades; legitimidade e diversidade das organizações; como as ferramentas utilizadas pelo movimento de direitos humanos podem ser melhoradas e inovadas, e como as organizações podem diversificar alianças com diferentes agentes.

"Desde a sua origem, em 2001, o Colóquio sempre foi um espaço para promover o encontro de ativistas do Sul Global. Sua história se confunde com a história da própria Conectas. O caráter intercultural do Colóquio traz a oportunidade de troca entre pessoas que combatem diariamente violações diversas de direitos humanos em seus países e que certamente vão contribuir com ideias e experiências para a promoção coletiva dos direitos humanos", comenta Juana Kweitel, diretora-executiva da Conectas.

Neste ano a Conectas organiza o encontro junto com Forum Asia (Tailândia), o Centro de Direitos Humanos da Universidade de Pretória (África do Sul) e o DeJusticia (Colômbia)”.

Participação
Participam do Colóquio defensores e ativistas previamente inscritos e selecionados. Durante sua realização, haverá cobertura diária dos trabalhos através das redes sociais. No dia 4 de outubro, está prevista uma sessão aberta ao público no Memorial da Resistência sobre a situação dos direitos humanos no Brasil e com transmissão ao vivo pela internet. Em breve divulgaremos detalhes sobre as inscrições para esta sessão.

Aprendendo a navegar juntos






A artista e ilustradora Catarina Bessell assina a identidade visual da 15º edição do Colóquio. Com base na temática central das discussões, Catarina desenvolveu a imagem-conceito de um veleiro com um grupo grande e diverso de pessoas que convivem entre si com alegria. Uma experiência em conjunto, de quem navega por questões profundas com leveza.

“Esse não é qualquer veleiro, mas o veleiro do tamanho dos nossos sonhos, das pessoas que sonham juntas, dividindo o mesmo barco e enfrentando a mesma onda. Em uma conjuntura de retrocessos de direitos, essa é uma imagem para inspirar uma nova brisa, que faz olhar para o futuro e buscar renovação”, diz Catarina.

Apoio
A realização do evento conta com o apoio de Ford Foundation, OAK Foundation, Open Society Foundations, Channel Foundation e The Fund For Global Human Rights. Agradecemos também a FGV (Fundação Getúlio Vargas), o Memorial da Resistência, a APAC (Associação Pinacoteca Arte e Cultura), o Museu da Imigração e o governo do Estado de São Paulo, que cederam espaço para a realização de alguns dos encontros.
0